quinta-feira, 30 de junho de 2011

Dica #1 - Willow por Julia Hoban

Toda semana(ou não!) uma dica. Seja de um livro, série ou autor!
Espero que vocês curtam a nova coluna do blog. Essa foi uma maneira que encontrei de recomendar livros, séries ou até mesmo um autor que eu gosto muito!
O que eu escolhi para a estréia foi um livro que li no comecinho de 2010 e entrou para a lista dos meus favoritos. E o livro é “Willow” da Julia Hoban.
Já reli o livro várias vezes e sempre me emociono com a história criada pela Hoban.

Sinopse:
Os pais de Willow morrem em um trágico acidente de carro, a deixando não só com a dor de enfrentar uma perda, mas também com o peso da culpa, já que era ela quem dirigia. Sete meses depois, seu irmão maior quase não fala com ela, acha que seus colegas de classe a culpam pelo ocorrido e Willow se livra do sofrimento marcando todo seu corpo com as feridas do passado. Mas quando um garoto chamado Guy descobre seu segredo, nascerá uma intensa relação que conseguirá tirá-la desse mundo estranho que ela mesmo formou. É difícil guardar um segredo quando você o leva escrito pelo corpo todo.


Por que lê “Willow”?


  • Uma história diferente: Uma garota que corta o próprio corpo como uma forma de escapar da culpa pela morte dos pais. Isso é super diferente! Sem falar nos momentos emocionantes e em todo drama em torno disso.
  • TEM O GUY! Sério! Só esse motivo já bastava! Pensem em um personagem maravilhoso. E tudo o que ela faz para a Willow? Todos os momentos em que ele está presente para ela? OMG, puro amor! Uma paixão literária para você adicionar a sua lista(sim, eu sei que você tem uma!)

  • Por mais longe da realidade que toda a história possa parecer (para mim pelo menos nunca pareceu, mas...) a Hoban conseguiu criar uma história real e totalmente passível de realidade. Sem a idealização do ‘felizes para sempre’, mas com a certeza de que tudo pode ser melhor!(às vezes eu me emociono com minhas próprias palavras!)

  • Relacionamento irmão /irmã. A história desses dois é de mexer com o leitor. Eu morri de raiva do David em alguns momentos e em outros eu consegui entendê-lo.

  • A Willow. A personagem foi super bem elaborada. Eu conseguia viver cada sentimento da Willow. Sorri com ela, fiquei com raiva dela e por ela, chorei com e por ela. (a parte do chorar ganhou! Sim, sou emotiva).

Sim, eu podia citar inúmeras outras razões para VOCÊ ler ‘willow’! Mas vou parar por aqui e dizer simplesmente: leia, leia,LEIA! Um YA único!


“Acabo de entender porque alguém quis fazer o primeiro espelho”Willow piscou surpresa.
Isso sem dúvida não era o que ela estava esperando. “Por quê?” “Eu acho que um homem apaixonado desejava que sua amada soubesse como ela era para ele. Queria que ela fosse capaz de se ver tal e como ele a via” pg 301

quarta-feira, 29 de junho de 2011

Na minha wishlist # 6



Na minha wishlist é o meme onde mostrarei para vocês os meus desejados. Os livros que possivelmente estarão na minha basket algum dia.






-> Wish list em clima de ANIVERSÁRIO!

Fixing Delilah by Sarah Ockler – Eu li “Twenty Boy Summer” e amei. Geralmente quando isso acontece eu fico com uma vontade enorme de acompanhar o trabalho da autora. “Fixing” está nessa situação e é por isso que hoje ele está na minha lista de desejados. O título já é bem dramático, por isso sinto que vem lágrimas por ai! Ok

Chain Reaction (Perfect Chemistry Trilogy, #3) by Simone Elkeles – A Elkeles é DIVA! Tenho todos os livros dela e sempre fico morrendo de ansiedade pelos lançamentos. ‘Chain Reaction’ é o último livro da trilogia e vai contar a história do Luis Fuentes, só que dessa vez ele não será o ‘erradão’ da história! Agosto chega logo! ok!

Bloodlines (Bloodlines Series #1) by Richelle Mead – Preciso dizer alguma coisa? Sou fã da Mead e principalmente da série VA. Vamos ver no que vai dar esse Spin off. Espero que o Dimka(te amo!) faça algumas aparições. =) O livro também está em pré-venda. ok!

Succubus Revealed (Georgina Kincaid, #6) by Richelle Mead – Esse é outro livro que estou desejando loucamente. Estou com saudades do Carter (meu anjo lindo). Vai acabar a série =x Já estou com saudades! Gente, eu sei que essa capa é meio “humm?” mas a série é MARAVILHOSA! Vale a pena!


ATENÇÃO: Quem não comentou nas resenhas, comenta! Essa semana tem resenha premiada!

terça-feira, 28 de junho de 2011

Nightshade (Nightshade # 1) - Andrea Cremer

Editora: Philomel
ISBN: 978-0399254826
Publicação: 1ª Ed. 2010(Hardcover)
Páginas: 528
Idioma: Inglês
Onde comprar: Book Depository Cultura
Sinopse:
Calla Tor sempre soube seu destino: Depois de se formar na Mountain School, ela será a companheira do sexy lobo alfa Ren Laroche e irá lutar com ele, lado a lado, governando sua matilha e fazendo vigilância dos locais sagrados para os Keepers. Mas quando ela viola as leis de seu mestre ao salvar um belo jovem humano que estava em uma caminhada, Calla começa a questionar seu destino, sua existência, e a essência do mundo que ela conhece. Seguindo seu coração, ela pode perder tudo – até mesmo a própria vida.O amor proibido vale a pena o sacrifício?



Os comentários que li sobre esse livro foram todos do tipo ‘uau, que livro!”. Essas expectativas me deixam nervosas quando não atendidas. Já estou com esse livro há um tempinho na estante e, como sempre, a vontade de ler chegou então fui lá e peguei.

O livro é lindo e não sei vocês, mas eu amo ler um livro lindo. É prazeroso. O livro é cheio de detalhes. Desde a abertura dos capítulos, que sempre começa com uma folha preta com o desenho de uma lua no canto da página, passando pelo efeito de livro envelhecido. Enfim, o livro tem um aspecto impecável.

Outro motivo de empolgação é o sobrenatural da vez que no caso de ‘Nightshade’ são lobos. E para quem não sabe, lobos são meus preferidos ever. Já perceberam o quanto eu estava empolgada?

O livro não foi ruim ou desagradável de ler. Pelo contrário, ele é rápido e realmente instiga o leitor a ler cada vez mais. Todo o lance de lobos na ‘high school’, com bandos separados, ambos liderados por alfas (Nightshade por Cal e Banes por Ren) que estão prestes a ser unir e formar um único bando (Haldis) é MUITO LEGAL.

Mas a forma como a autora optou por levar algumas situações (principalmente com relação à mitologia que ela criou) me fez parar e pensar: ‘oi?’, ‘o que foi isso?’, ‘Tem certeza?”.

Além disso, eu não gostei da Cal e do Shay juntos (que com toda certeza vão ficar juntos). Existe um triângulo amoroso no livro e esse triângulo é do tipo ‘caliente’ sabe... Inúmeras cenas de tirar o fôlego com a Cal dando uma de ‘Zoe Bird’.Se eu não gosto do Shal ,de quem eu gosto? Sim, ele mesmo, eu gosto do Ren... Essa coisa linda!(um beijo) e é por ele que eu dei três estrelas!(ele merece). Total ‘Team Ren’!

Eu quero continuar a ler justamente por causa do Ren. E queria muito ser surpreendida positivamente com relação a ele! Eu quero ele como principal! #Estou revoltada

O Ren é MEU, não olha!

"This is where you belong, Calla.” He pulled me closer, tilting my chin up. “Be with me. Tell me it’s what you want.” I couldn’t tear my eyes from his. “What I want?” “Yes. Anything, everything you need, I’ll give you. Always. I promise. Just tell me one thing.” “What?” “That you want this, us.” His voice dropped so low I could barely hear him. “That someday you’ll love me.”
{ele não é lindo? estou apaixonada! Só besta não quer ele... leia-se Calla}

domingo, 26 de junho de 2011

The Boyfriend League (Beach Reads) - Rachel Hawthorne

Editora: HarperTeen
ISBN: 978-0061138379
Publicação: 1ª Ed. 2007
Páginas: 336
Idioma: Inglês
Onde comprar: Book Depository Amazon - Cultura
Sinopse:
Cascavéis de Ragland
$ 1 Noite
$ 1 boné de Baseball com o logo do time local
$ 1 programa
$ 1 cachorro quente
$ 1 bebidas
$ 1 Pipoca
Quanto custa para que um ‘hot’ lançador perceba que você existe?(traduzida por mim, of course)


Lembram da resenha de ‘Suite Dreams’? Esse é mais um livro da Rachel Hawthorne e eu já virei fã dela. Adoro YA’s e as histórias que a autora escreve, assim como a forma, já me conquistou.Com bom humor, com personagens ótimos, romances fofos e com várias referências atuais(músicas, filmes...). Quero todos os livros NOW!

‘The Boyfriend League’ conta a história de Dani, que é louca por Baseball. Só que nessas férias ela e sua melhor amiga não querem saber de nada que não seja encontrar um namorado. E quer melhor oportunidade se não a de hospedar lindos jogadores de Baseball durante a temporada amadora?

O plano de Dani é simples. Convencer os pais a hospedar um garoto e ficar amiga dele para que possa conhecer os outros jogadores. Só que Dani não contava com o fato de seu hóspede ser lindo e super atraente. Ela já até prometeu para os pais que não sairia com o garoto que eles hospedassem. E agora, o que fazer?

O que eu mais amei na história foram os personagens. Todos, sem exceção nenhuma, são maravilhosos. Eu rir muito. Até mesmo quando os pais da Dani apareciam roubavam a cena. E a irmã da Dani? Rir demais das loucuras que ela falava.

O romance também é bem legal. O Jason é uma fofura. É acabei de perceber que não consegui evitar uma quantidade exagerada de palavras meigas. É o livro gente! Ele me deixou empolgada!
Leia! Cada página é diversão garantida!

sábado, 25 de junho de 2011

Eu & os Livros essa semana # 15

"Meme semanal sobre minhas leituras. O que eu li, relir, estou lendo e pretendo ler. Além dos livros que recebi durante a semana"


Lidos:

His Eyes by Renee Carter
Nightshade by Andrea Cremer
The Boyfriend League by Rachel Hawthorne

Lendo:
Pode beijar a Noiva by Patricia Cabot

Vou ler:
Só Deus sabe!

Chegou para mim:
Dois livros que eu queria MUITO. “Dash and Lily’s Book of Dare” tem uma capa e uma sinopse fofa e irresistível sem falar nos autoras cuja mistura deu super certo em “Nick e Norah”. “Warped” é um livro que me deixou super curiosa porque parece ser super diferente. Além disso, li ótimas resenhas.

Chegou muita Meg Cabot. Sim, tem alguns livros dela que ainda não li. Esses são três deles. Sei que não vai ser nenhum livro para abalar meu mundo, mas sem dúvida deve ser uma história que flui. Essa é a especialidade da Cabot... O leitor fica ligado mesmo que a história não tenha ‘pé nem cabeça’.
Tudo Junto!
ótima semana a todos! 0/
e essa semana vou fazer sorteio em algumas resenha por isso fiquem
ligados ok!?
bj
Nichole =)

sexta-feira, 24 de junho de 2011

The extraordinary secrets of April, May and June by Robin Benway

Editora: Razorbill
ISBN: 978-1595142863
Publicação: 1ª Ed. 2010
Páginas: 281
Idioma: Inglês
Onde comprar: CulturaBook Depository - Amazon
Sinopse:
Três irmãs dividem um mágico e forte vinculo. Durante o divórcio de seus pais as irmãs April, May e June recuperam poderes especiais da infância – poderes que pode m ser úteis no inferno que é o colégio. Poderes que podem ajudá-las a superar o difícil ano que elas tiveram. Mas elas podiam ter um motivo melhor?
April, a mais velha e um pouco preocupada, pode ver o futuro. A do meio, May, pode literalmente desaparecer. E June, a caçula, ler mentes – a de todo mundo menos da dela. Quando April tem uma visão de um desastre, elas se unirão para salvar o dia e sua abalada família. Elas acabam percebendo que não importa o que aconteça, com poder ou sem poder, elas sempre terão uma a outra.Porque tem uma coisa mais forte do que a mágica: A irmandade.(traduzida por mim, of course)



Terminei ‘Hex Hall’ super feliz e realizada com a leitura e comecei “The Extraordinary” sem grandes pretensões. E é sempre mais legal assim... Porque fui totalmente surpreendida com uma leitura viciante e divertida!

A história é super diferente e confesso que no começo eu duvidei que fosse funcionar, mas que bom que eu estava errada. A história é bem fantasia mesmo, mas com toda a relação familiar que a autora abordou o livro não saiu da realidade totalmente. Pois é, gosto de realidade.

O livro conta a história de três irmãs (April, May e June... sim, elas receberam o nome do mês em que nasceram) com poderes bem irreais. April consegue ver o futuro, May simplesmente pode desaparecer e June consegue ler a mente das pessoas. Elas começaram a manifestar esses dons loucos ainda crianças, mas depois de tanto tempo sem episódios novos acontecerem a história ficou sendo imaginação de criança. Só que agora elas realmente perceberam que são diferentes e não vai ser fácil conviver com dons assim.

Imagina saber o que vai acontecer? April, por exemplo, vai saber com quem ela vai ter sua primeira vez no corredor do colégio. May tem que tomar cuidado para não desaparecer enquanto está conversando com sua mãe e June pode ouvir tudo o que as pessoas pensam e quase sempre não tem coragem de dizer.

Ao lado disso tudo April, May e June terão que conviver com várias mudanças na vida delas. Elas são novas na cidade e no colégio. Os pais estão separados. A mãe vai ter um encontro com outro cara que não é o pai delas! É muita coisa para assimilar e não vai parar por ai porque April vai começar a ter visões com June em perigo. Será que ela vai consegui evitar uma tragédia?

É muito bom! As visões que a April tem acabam virando o ‘pequeno’ mistério do livro e foi bem legal o desenrolar. Amei todos os personagens. Foi tão legal acompanhar a relação das irmãs! Me deu até vontade de ter irmãs, sério!(Só tenho irmãos... Beijo Nick e Juninho). Elas são completamente diferentes uma da outra e cada uma, com sua personalidade e história, prende o leitor. O livro é intercalado entre as três e por isso dá para conhecer bem cada uma. April, com toda a característica de irmã mais velha. May, a anti-social e June, a irmã mais nova que quer ser popular no colégio e é extremamente sincera e sarcástica!

É tão legal gente, não canso de falar. Minha empolgação foi tanta que eu desejei loucamente uma continuação da história! Mas como não tem vou me contentar em desejar outro livro da autora!
Leiam, Leiam e Leiam! {}

ps: Não preciso nem falar que o HC é lindo demais e a diagramação é super caprichada né?

quinta-feira, 23 de junho de 2011

Hex Hall (Hex Hall # 1) - Rachel Hawkins

Editora: Hyperion Book CH
ISBN: 978-1423121398
Publicação: Fevereiro 1, 2011
Páginas: 352
Idioma: Inglês
Onde comprar: CulturaBook Depository - Amazon
Sinopse:
Há alguns anos Sophie descobriu que era uma bruxa, mas ela nunca imaginou que um feitiço mal feito a levaria para um internato para Prodígios. Entre fadas, metamorfos e até uma vampira, ela precisa se aproximar do bonitinho do colégio, fugir das inimigas que arranjou em menos de uma semana e descobrir quem é o responsável por ataques feitos a alunos do colégio. Isso tudo, claro, tomando cuidado com uma organização que tem o objetivo de exterminar os Prodígios e está cada vez mais perto de Hex Hall.


Muito bom! Divertido, instigante, viciante! Comecei o livro assim que chegou (já perceberam que eu faço muito isso não é?) e não consegui parar de ler e toda a trama bolada pela autora me surpreendeu e eu amo quando isso acontece!

Sophie é uma bruxa que não consegue controlar seus poderes já que cresceu sem saber muito sobre sua ‘classe’ além do que a mãe (que não é bruxa) ensinou e para que ela não seja descoberta pelos reles mortais usando seus poderes e para aprender a controlá-los, claro, vai parar em um internato para prodígios, que é uma escola onde tem de tudo, Fadas, bruxas, lobos e até mesmo vamps!

Lá Sophie vai descobri muitas coisas sobre o mundo ao qual pertence e para isso passar por ‘pouca e boas’. Sério, o livro todo é um mistério atrás do outro e como já falei, tudo surpreendente.

Não tem como falar mais do que isso, porque é spoiler! Todos os personagens são ótimos, começando pela própria Sophie, que é demais. Ela é divertida, sarcástica, fala tudo o que tá pensando mesmo e nos faz rir muito!

Não posso deixar de falar da capa que é linda. A americana, lógico. Tem tudo a ver com a história! Porque que a capa brazuca é assim mesmo?

Estou feliz por saber que o livro começou e tem um fim sabe. Atualmente fico agoniada com séries, principalmente aqueles que não dão um sinal mínimo de quando vão terminar. Hex Hall faz parte de uma trilogia que já possui o segundo livro, ‘Demonglass’, lançado e faz tempo que isso não acontece, mas assim que terminei Hex hall comprei ‘Demonglass’ e agora não vejo a hora de tê-lo em mãos e continuar acompanhando o que vai acontecer com a Sophie!
Leia, Leia, Leia!

quarta-feira, 22 de junho de 2011

Na minha wishlist # 5




Na minha wishlist é o meme onde mostrarei para vocês os meus desejados. Os livros que possivelmente estarão na minha basket algum dia.




Oi gente,
Mais uma listinha de sofrimento, não é mais nem desejados! Haha

A Northern Light by Jennifer Donnelly – Como eu amei ‘Revoluiton’(Resenha AQUI) fiquei doida para ler “Northern Light” que também é um YA com uma história diferente. Mistério, história, assassinato... UAU! haha OK!


Demonglass by Rachel Hawkins – Eu terminei de ler ‘hex hall’ eufórica e doida para continuar no mundo da Sophie. Sem falar que essa continuação promete! O que foi aquele último capítulo? Preciso da continuação NOW. OK!


Sloppy Firsts (Jessica Darling #1) by Megan McCafferty – Esse é o primeiro livro de uma série de CINCO livros. Tá, o tamanho me deixou um pouco nervosa (estou com alergia a séries no momento), mas como parece hilário (li muitas resenhas) eu resolvi que vou encarar. Sem contar que achei os títulos uma graça... OK!


Audrey, Wait by Robin Benway – Esse foi outro livro que quero ler por ter lido outro lido da autora e amado. Li “The extraordinary Secrets of April, May and June” e amei a forma de escrever da Benway. E como já vi ótimas resenhas sobre “Audrey,Wait”, agora quero ler! OK!




By Ni

segunda-feira, 20 de junho de 2011

Iron Crowned (Dark Swan #3) - Richelle Mead


Editora: Zebra Fantasy
ISBN: 978-1420111798
Publicação: 1ª Ed. 2011
Páginas: 352
Idioma: Inglês
Onde comprar: Cultura
Sinopse:
A Xamã por contrato Eugenie Markham é a melhor banindo entidades que transpassam o domínio mortal. Mas como rainha da terra ‘Thorn’ ela está procurando maneiras de acabar com a guerra brutal que está devastando o seu reino. Sua única esperança: a coroa de ferro, um objeto lendário do mais poderoso ‘gentry fear’... Em quem Eugenie pode confiar é a parte mais difícil. O Rei Fada Dorian possui sua própria agenda para ajudar na procura dela. E Kiyo, seu ex-namorado metamorfo, tem todas as razões para traí-la no ao longo do caminho. Para controlar a poderosa coroa, Eugenie vai ter que enfrentar um tentação inimaginável – uma que vai colocar sua alma e o destino de dois mundos em perigo...
(traduzida por mim, of course)



Esse é o terceiro livro da série Dark swan da Richelle Mead e no Goodread (pode add!) tem opiniões super divididas. Sempre morro de medo dos livros da Mead quando estão próximos ao final da saga. São sempre do tipo ‘uau, o que foi isso?’, surpreendentes mesmo, pois ela não tem medo algum de ousar.
Apesar de não ter gostado de algumas coisas que aconteceram, eu gostei do livro como um todo. A história não fica parada, sempre tem um movimento que deixa o leitor ligado.
Eu amo esse mundo que a Richelle Mead criou. É tão diferente! A Eugenie, mesmo indo cumprir sua agenda de trabalho no mundo mortal, vai ficar mais tempo no ‘outro mundo’ e eu fiquei mega feliz, claro. Eu amo o “outro mundo”!

O outro mundo está em guerra. Eugenie não curte muito esse clima e quando a oportunidade de acabar com ela surge, uma lenda sobre a ‘coroa de ferro’, Eugenie acaba embarcando em uma viagem super perigosa com Kiyo – eca. O motivo só lendo para saber - para encontrar esse artefato que promete ser a solução do conflito.
Outro motivo de felicidade, é o Dorian. Own, pensei que ele não podia ficar melhor, mas pode e ficou. Amei os momentos iniciais do livro. O que eu mais gosto nele é que ele é um livro aberto. Ama a Eugenie e não nega. Ama o poder e não nega. Em contrapartida eu odiei o Kiyo. Eu nem era tão contra ele, mas definitivamente não consegui engoli ele com esse livro. Agora sou ‘Team Dorian total’. Vou ficar possessa se a Mead fizer merda no último livro.
Sabe outro personagem que eu adoro quando aparece? É o Volusian. Quando ele deseja a morte da Eugenie então, me acabo de rir.
O que eu não curti no livro é um super Spoiler e lógico que eu não vou falar, mas é de romper o coração. Sério! Fiquei em crise e já está sendo dificil esperar por esse último livro!
Não leu a série ainda? O que está esperando? Se não souber inglês –‘Não esquenta’- o livro foi (ou será, não tenho certeza o.O) lançado aqui no Brasil. É uma série curtinha, de apenas quatro livros. Mas vou logo avisando, quatro livros cheios de grandes emoções e sofrimentos. Haha
Ah, claro, proibido para menores! Cenas totalmente Calientes.

domingo, 19 de junho de 2011

Eu & os Livros essa semana # 14

"Meme semanal sobre minhas leituras. O que eu li, relir, estou lendo e pretendo ler. Além dos livros que recebi durante a semana"




Mais uma semana se passou e como tá passando rápido! Logo é a data mais importante do ano, meu aniversário! ‘Hahaha’. Vamos a mais um resumo da minha semana literária que foi bem diferente do que eu imaginava, já que eu pensei que não ia ler nada.

Lidos:

Iron Crowned by Richelle Mead (Dark Swan #3) - Quase tive um treco lendo!
Hex Hall by Rachel Hawkins – Me diverti horrores!
The Extraordinary Secret of April, May and June by Robin Benway – O melhor ever… superou até Hex Hall essa semana.

*Em breve resenhas super empolgadas!

Lendo:


Um texto que tenho que resumi p/ amanhã serve?

Chegou para mim:

“Hex Hall” com essa capa linda e como falei já foi lido! “Sea” é um livro que comprei depois de ter lido várias reviews positivas. Fiquei super curiosa e espero que seja bom (nem falei excelente para não me decepcionar. Haha). A capa e a diagramação são tão delicadas! *_*
Dois ‘chick-lit”. "Young Wive’s Tales" da Parks é usado super bem conservado. Eu amo essas capas com pernas da Adele Parks! Haha Acho tão divertidas! “The Disengagement Ring” é para resenha e já li várias coisas boas sobre. Vamos ver!
E isso foi tudo! E vocês, como foi a semana? Muitas leituras e livros novos?
By Ni

quinta-feira, 16 de junho de 2011

Suite Dreams (Winter Reads) - Rachel Hawthorne


Depois de uma leitura super densa (“Revolution”) e de uma super emotiva (“Um Amor para recordar”) eu quis ler algo bem leve e fofo e para minha alegria meu “Suite Dreams” tinha acabado de chegar. Lembram que falei dele no “Na minha wishlist”?
O livro atendeu completamente as minhas expectativas. Um romancezinho fofo, com personagens super legais e nada complexados (dá para relevar as inquietudes da Lys) e um enredo divertido. Não podia ser melhor...
Lys ficou para o feriadão (oh, sou Brasileira!) de inverno depois de omitir dos pais que a convidaram para uma viagem de Trailer o verdadeiro motivo de ficar em Vermont, que na verdade foi com o intuito de pasar um tempo com o namorado Rick. Mas qual foi à surpresa que Lys teve vinda de Rick? Que eles deveriam dar um tempo no namoro, sabe como é, rever a relacionamento. Enquanto isso ele estaria na Austrália!
O que Rick se esqueceu de avisar é que ele trocou a hospedagem por lá com um australiano que estava vindo para Vermont. E quando Cash (o amigo de quarto de Rick) não cede o quarto para Jude (o hot austrliano) Lys vai ter que se encarregar do problema. E onde será que ele vai ter que passar o ‘Break’ de inverno?
O Jude é muito divertido. Uma personagem super alto astral e sempre disposto a fazer algo diferente. Foi bem legal acompanhar os dois.
{Vermont, segundo o google, que fique claro!}
O livro é fininho e vou dizer que mesmo em formato ‘pocket’ teve a edição caprichada. A história foi uma mudança brusca de ambiente em relação as minhas últimas leituras. Do verão para o inverno. Isso porque o livro se passa em Vermont, uma cidade pequena que é uma geladeira. E eu adorei essa mudança, acho que vou investir nessa estação.(aqui em São Luis ta um forno, tô derretendo aos poucos!). Durante a leitura me lembrei tanto do reality show da MTV “Peak Season”. Haha. Acho que foi o clima!

{Peak Season, alguém ai chegou a ver?}
O livro passa bem loge de High School! Estamos na universidade gente! Haha. Adorei a ausência daqueles personagens tipicos do HS. Nesse livro vamos dar uma voltinha no campus, nos trabalhos de meio período, enfim... Vamos respirar um pouquinho de independência.

Quero os outros livros da autora que são lindinhos e fofos. OWN... *_*

quarta-feira, 15 de junho de 2011

Livro que virou filme #4




“O Amor... Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.”

Tempos que eu não postava nessa coluna do blog! E como li recentemente “Uma amor para recordar” do Nicholas Sparks resolvi tirar as teias de aranha.

Vou mesclar minha opinião sobre o filme e o livro... Minha primeira experiência com a história foi com o filme. (Assim como grande parte das pessoas!) Vi ele dezenas de vezes e mesmo assim continuo chorando horrores.- Sou tão sentimental! Mas quem tem coração acaba se sentido assim, não tem jeito. Com o livro não foi diferente!

Sempre gostei do clima cidade pequena e acolhedora que o filme trazia, mas confesso que ao ler o livro fiquei me perguntando onde estava o contexto em que a história do livro passa. 1958? Onde você está no filme? Não vi.

Fora isso o filme mais acrescentou do que cortou coisas do livro. Os dois têm a mesma carga emocional. Cada um com a contribuição que lhe é devida. Ambos envolventes e impossíveis de não acompanhar.

Me surpreendi com o tamanho do livro, é super pequeno, apenas 184 páginas. Li rapidamente (em 2 horas apenas, acho que foi meu recorde!), mas isso não significou que faltou alguma coisa. Pelo contrário, o autor conseguiu passar nessas páginas toda a intensidade de um amor único e eterno.

{fofos}

Foi impossivel não imaginar os atores do filme enquanto eu estava lendo a história, mas isso não me incomodou porque sempre achei o casal do filme uma fofura. Como eu falei acima o filme mais acrescentou novos elementos a história, como a lista de desejos da Jamie e alguns perfis para os personagens também mudaram. O pai da Jamie, o reverendo, por exemplo, é bem mais flexível no filme do que no livro.


Os dois têm lugar cativo em minha opinião! Amei o filme, mesmo não sendo grande fã de adaptações e continuei gostando depois de ter lido o livro. Os dois são super recomendados!


ps: Algo que não mudou foi minha opinião sobre o Sparks. Ele concerteza tem algum trauma. Vai escrever histórias tristes assim...

*livro recebido para resenha.

By Ni.

terça-feira, 14 de junho de 2011

Eu & os Livros essa semana # 13



"Meme semanal sobre minhas leituras. O que eu li, relir, estou lendo e pretendo ler. Além dos livros que recebi durante a semana"




Lidos:
Revolution by Jennifer Donnelly – Resenha
Um amor para recorder by Nicholas Sparks *
Suíte Dreams by Rachel Howthorne*
Rhymes with Cupid by Anna Humphrey**

*Resenha em breve aqui no Blog
**Resenha no Blog da Mary (Confissões Literárias) – Fui convidada para ser colunista! Olha que fofo! haha

Lendo:

Iron Crowned by Richelle Mead – Estou me deliciando (ahm) com a narrativa da Diva Mead! Adoro! Que saudades do Dorian!


Chegou para mim:

Eu gosto dessa capa coloridona. haha. Essa é a mesma autora do livro "Audrey, Wait" e dizem que é muito bom, mas como não tenho muita vontade de lê-lo resolvi arriscar outro título da autora.
É uma história tão fofa gente. Já li por estava precisando de uma história como essa. o livro é super curtinho, até me surpreendi. Amei, já estou doida por outros títulos da Rachel!
Por fim, esse livro que me lembrou os livro da Simone Elkeles. Acho que foi a capa e a menção a lindos irmãos mexicanos. Fui lá... que dizer, cliquei e comprei! haha


Como foi a semana de vocês?(pergunta atrasada, eu sei!)

segunda-feira, 13 de junho de 2011

Book Blogger Tour "The Queen's Daughter [Participantes]





Oi gente!
Desculpa a demora para liberar o book tour! Mas enfim chegou o dia e aqui estão as pessoas que vão participar:

Começa com minha gêmea e vizinha:

Dani Marreiros - “Portal das Letras.net”

Carissa Cristina – “Arte Around The World

Babi Lorentz – "BabiLorentz.com"


Vivian – “Empório dos Livros”

Glaucea – “Baseado em fatos literários”

Leka – “Lekatopia”

Dani Tieme – “Mundo de Tinta”

... Volta para minhas lindas mãos! *_*

Sou muito boazinha e não cortei ninguém! Haha Espero que todos curtam o livro e lembrando as regras estão AQUI. Lembrando também do banner acima, não esqueçam de tê-lo no blog. Não tá grande coisa, mas.... RS...

By Ni


*Vou atualizar o post com as resenhas.

domingo, 12 de junho de 2011

Promoção: Amor Literário






Oi gente! Mais uma promoção linda entre blogs por aqui. E dessa vez o tema é “dia dos namorados”. A promoção é para todos, com namorado ou sem namorado, pode chegar e tentar a sorte. Basta ser feliz nesse clima Love, seguir as regrinhas e ‘voi lá’. Treze lindos blogs se juntaram e serão 13 livros no total! Tudo muito romântico, claro! Os livros são:


Amores Infernais
Ame o que é seu
Beijada por um Anjo 1 (kit)
Um Amor para Recordar (kit)
Querido John
Anna e o beijo francês (1º kit)
Anna e o beijo francês (2º kit)
Um Dia
Em busca do príncipe encantado
Uma proposta irrecusável
Questões do Coração (1º kit)
Questões do coração (2º kit)
Diários de uma paixão




Formas de escolher o prêmio:

O 1º sorteado poderá escolher 5 entre os 13 livros
O 2º sorteado poderá escolher 4 entre os 8 livros restantes
O 3º sorteado ficará com os 4 livros restantes




Atenção: Siga as regras para que não haja desclassificação. O preenchimento do formulário corretamente é fundamental para a promoção.




Regras:

Seguir publicamente TODOS os blogs participantes. (É só clicar no “seguir” no gadget dos seguidores localizado na Sidebar do blog. Preste atenção se seu ícone ou nome apareceu ao clicar na lista de seguidores. Você não precisa necessariamente ter uma conta do google/e ou blog, pois tem como seguir também através da sua conta do twitter, yahoo).




-> Confissões Literárias
->
Meine Liege
-> Hey Evellyn
- >
Delírios de Salomé
- >
Faz Parte... AQUI!!
- > Entre Fatos & Livros
- > Pri e os livros
- > This Adorable Thing
- > Letras de Sonho
- > Leituras do Kokoro
- > No Mundo dos Livros



  • Ser residente ou ter um endereço de entrega fixo no Brasil.
    Preencher corretamente o formulário em qualquer um dos blogs participantes até 23h59min do dia 11 de Julho de 2011

  • Deixar um comentário na postagem (em qualquer um dos blogs) com a frase: "Vou demonstrar o meu Amor Literário e serei um dos 3 sortudos que levará para casa só livros imperdíveis."

  • Seguir os perfis @Novo_Conceito, @galerarecord e @intrinseca no Twitter

  • O ganhador terá 3 dias para responder o e-mail que será enviado com os dados pessoais e endereço completo. Caso isso não ocorra, será realizado um novo sorteio.

  • Preencher o formulário de inscrição logo abaixo:
    FORMULÁRIO AQUI



Chances Extras ao participar:

1-Divulgue bastante! Se divulgar o sorteio nas mídias sociais (Twitter, Facebook, blog, Skoob, Orkut e etc) poderá preencher o
Formulário novamente;



2-Enviar um tweet no máximo 6 vezes ao dia com a seguinte mensagem (OBS: Para colocar o link direto do tweet no espaço “divulgação” do formulário, basta clicar onde aparece a data que você twitou e copiar o link):



#Promo Amor Literário: 11 blogs se uniram com a @Novo_Conceito, @intrinseca e @galerarecord para sortear 13 livros. http://tinyurl.com/2vlwh2u




3-Se você seguir os perfis @Mari_RBarbosa, @jeh_asato, @cdevellyn @salomefernandes, @NicholeLiny, @fatoselivros, @PrisAmaral, @Alinemaziero, @Vanessanemezio, @renata_souza18 e @mundodolivro no Twitter poderá preencher o Formulário mais 11 vezes.



4-Divulgações nas redes sociais Skoob/Orkut/Facebook vale preencher o Formulário +1 vez. A seguinte frase deve estar no mural:



“Promoção Amor Literário: 11 blogs se uniram com a Novo_Conceito, Intrínseca e Galera Record para sortear 13 livros. Vai perder?” http://tinyurl.com/2vlwh2u



BOA SORTE!!

sexta-feira, 10 de junho de 2011

Revolution - Jennifer Donnelly

"Life’s all about the revolution, isn’t it? The one inside, I mean. You can’t change history. You can’t change the world. All you can ever change is yourself."
Esse livro foi mais um que assim que chegou corri para começar a leitura. Desde que eu li a sinopse eu fiquei curiosa sobre a idéia do livro. Ainda não tinha lido nada da autora, mas já tinha ouvido bastante sobre os livros dela... Livros como “The Tea Rose” (“O Chá do Amor aqui no Brasil) e o YA “A Northern Light” (que já está entre os meus desejados) são super aclamados pela crítica e agora depois de ler “Revolution” eu posso entender o ‘porquê’.
O livro trás a história de duas garotas. Que apesar de partilharem anseios, medos e várias outras coisas estão separadas por séculos. Andi, no presente, é uma garota que tem uma boa posiçao social (Um pai que ganhou um Nobel!), mas uma família desestruturada pela ausência do pai e principalmente depois da morte do irmão, Truman. Diante dos problemas, Andi acabou se tornando uma pessoa fechada, mau humorada e reduzindo seu mundo a música. Fora seu professor, Nathan e o seu melhor amigo, Vijay ela não é de se relacionar muito. Já Alexandrine (ou apenas Alex) Paradis, que viveu na França revolucionária, se esforça para viver em meio às mudanças da revolução e literalmente como o “pão que o diabo amassou” (não tem frase melhor).

Por não está indo tão bem na escola e precisar escrever sua tese final o pai de Andi a leva em uma viagem para Paris (quero receber esse ‘castigo’ também). Ela ficará hospedada na casa do amigo do seu pai, G, que é um grande estudioso da revolução francesa. Inclusive ele e o sei pai estão trabalhando juntos para identificar se o coração que data do período da revolução é realmente de Louis- Charles. (o que realmente aconteceu) E é lá na casa de G e Lili que Andi encontrará o elo entre ela e a frança revolucionária, um diário escrito por uma jovem, Alexandrine. A história dela vai ser tornar uma verdadeira fixação para Andi.

‘The pages you now hold in your hands are no Fiction.’ Pg 107
E ao lado da pesquisa para sua tese sobre o músico Amadé Malherbeau, Andi vai decobrir um outro lado da revolução aos olhos de Alex e com esse olhar na vida de Alex acabar mudando a visão que ela tem da sua própria vida.
{conheça Amadé Malherbeau}
O Livro é incrível, mas tem que gostar de ficcção histórica e está preparado para uma leitura densa e que deve ser apreciada, nada de correr. Eu leio super rápido, mas tive que fazer algumas paradas longas antes de continuar a leitura. Mas vale muito a pena. A divisão do livro em “inferno”, “purgatório” e “paraíso” foi genial. As inúmeras referências tanto a música clássica ( Bach, Beethoven...) quanto a contemporânea(Led Zeppelin, Coldplay, Radiohead...) Toda a história da Alex em forma de diário também. Esse é um livro daqueles YA que além da problemática que todos nós estamos acostumados a ver no gênero tem conteúdo. Música e História preenchem as páginas e até a forma que a autora tratou os “clichês YA’s” tornou o livro diferente.

Tem romance, mas não é meloso ou melodramático. Existem as dificuldades de relacionamento e os problemas na família, mas estes foram tradados da forma mais real possível, nada de viverão felizes para sempre e só.
Os personagens são incríveis. Até mesmo os coadjuvantes são maravilhosos. Por exemplo, o Vijay, eu rir muito das ligações entre ele e a Andi, e lógico, a mãe dele que sempre vinha reclamar do porquê dele está perdendo no telefone tempo no lugar de estudar. Ela me lembrou a mãe do Howard de “The Big Ben Theory”. Também amei o Virgil, o par romântico da Andi, ele é a coisa mais fofa do mundo!
"Who knew that listening to a guy sleep could be so much deeper than sleeping with a guy." {os momentos entre ela e o Virgil são únicos. Maravilhosos. Nada clichê}

Um livro completo, sem dúvida. Um livro com conteúdo. Se você gosta de “YA’s” e quer um livro que vai além dos conflitos que o gênero aborda, “Revolution” é a opção!

quinta-feira, 9 de junho de 2011

Por ai # 4

Tudo Junto e misturado(?)
news, coisas sem sentido... tem de tudo!



A capa linda do segundo livro da série “The Infenal Devices”(Clockwork Prince) da Cassandra Clare. Oh meu deus, Will, seu lindo, que saudades! Estou ansiosa por esse livro.


Algumas semanas atrás(bem atrás!) vários ‘Graphic Novels’ foram anunciados. Seja alguma notícia relacionada, capa ou algum traço do desenho. Eu criei um gosto pelo gênero depois de ler o do Percy Jackson e estou tentada a colecionar os GN dos meus livros preferidos. (Livros da Mead!) . Vampire Academy foi só para ilustrar, é notícia velha.



Dorama da vez… perceberam que os doramas caíram no gosto dos blogueiros!? Vejo vários blogs fazendo resenha de dorama. Acho supre legal e acabo anotando as dicas que aparecem. Eu já estou viciadinha há um tempo e a culpada é Rê, que desde o começo do blog dela resenha tentadores doramas e me deixava morta de curiosidade.
Acabei de assistir dois lindos doramas, “Dream High” e “Sweet Spy”, que apesar de não ser o meu gênero preferido de dorama, me surpreendeu.




Que espião lindoooo! Também te amo *_*

By Ni


quarta-feira, 8 de junho de 2011

O céu vai ter que esperar! - Cally Taylor

O livro, esteticamente, é lindo. Brilhando horrores e com direito a estrelinhas para enfatizar ainda mais o céu. Esse foi o fator principal para eu ter comprado o livro. Tá, eu sei, isso é tão superficial. Mas eu sou fruto dessa sociedade capitalista e focada nas aparências. (eu estava relendo minha biografia de Lênin, relevem). Mas, ei, todos vocês já fizeram isso, não se escondam. Eu sei que já pensaram assim também!

Devaneios à parte, vamos ao conteúdo do livro... “O céu vai ter que esperar” é um chick-lit que influenciado pelo sobrenaturalismo vigente (ahn!) conta a história de Lucy. Uma pessoa feliz, com uma vida maravilhosa. Ela também está às vesperar de se casar com um homem dos sonhos, Dan. Mas, não mais que de repente, o céu chama. Sim, isso mesmo, ela morre.

“Minha cabeça bateu no corrimão, meu pescoço torceu e estalou, e eu caí sobre o carpete com um baque surdo.
E foi assim. Eu estava morta.”

Lucy acorda desorientada e em um lugar desconhecido. São Bob, primo de São Pedro, é quem recepciona Lucy no céu. Ele dá a Lucy a opção de reencontrar os pais no céu ou voltar a terra e cumprir uma missão para se tornar fantasma e assim poder ficar ao lado de Dan. E é à parti daí que o livro se desenvolve. As loucuras de Lucy para completar sua missão (de encontrar uma namorada para um completo “L”, não é fácil) e ao mesmo tempo tentar manter as muheres (leia-se Anna) longe de Dan.

O livro tem partes tristes, principalmente nos momentos em que Dan sofre pela perda da Lucy e também nos momentos em que batia o ‘eles são tão fofinhos juntos, mas Lucy não pode fazer nada’. Mas esses momentos emos e o romance (que existe!) estão lado a lado com o bom humor. A Taylo tem uma escrita muito bem humorada. Sorrir bastante lendo.

Daí você dever está presumindo que o livro foi incrível e eu dei cinco estrelas no nosso querido (tá, nem tanto) skoob. Não, só foram três estrelas, pois faltou algo (sempre falo isso, não consigo evitar) e nem me pergunte o que foi, pois eu não tenho a minima idéia. Talvez o amadurecimento e as novas pespetivas dos 24 anos de vida que estão chegando?

Entretanto o livro cumpriu sua função de chick-lit e por isso eu recomendo. Só não criem muitas expectativas, pois como uma amiga minha e grande filosofa sempre diz, a expectativa é o primeiro passa para a decepção! É uma boa leitura para passar o tempo e só.

segunda-feira, 6 de junho de 2011

Eu & os Livros essa semana # 12

Essa semana foi fraca. Não li muito, virei zumbi durante essa semana e ela acabou passando e eu nem percebi. Na verdade acho que foi o Dorama que eu estou assistindo. O carteiro passou algumas vezes, mas nem sinal dos livros que eu realmente queria que chegassem. Ah, as contradições da vida.


Lido:

3 Willows by Ann Brashares - Resenha

Lendo:

Revolution by Jennifer Donnelly – O livro inicialmente me deu um pouco de medo, porque é enorme e logo de cara a história parece ser bem densa. Não me enganei, pois é realmente densa e como falei acima essa minha vibe zumbi não está cooperando nenhum pouco com leitura. Mas o livro vai desenvolvendo e vai ficando impossível para de ler. Tem muito conteúdo.Sim, revolução francesa e a música estão monopolizando tudo. Faltam umas duzentas páginas mas já posso dizer que o livro é realmente maravilhoso.



Chegou para mim:
Dois livro do Green. Eu não curti muito "Quem é você, Alasca?", mas resolvi dá mais uma chance para o autor. Não é possivel que esses dois livros não ajudem a mudar minha opnião!
Troquei “Forget- Her- Nots” da Amy White e comprei “That Summer” da Sarah Dessen. Sabe como é... é Sarah Dessen! *_*
"One day" já lançado no Brasil, eu sei. Mas não tem como resistir a essa capa, essas cores. Que de longe são mais lindas do que a capa Brasileira. E "Beastly", com a capa do filme e esse cara assustado(morrir de medo dele). Quero ler antes de ver o filme!
Kit’s dos livros “Anna e o Beijo Francês” e “Um amor para recordar”. Tanto para resenha quanto para sorteio. Obrigada a editora parceira por disponibilizar os livros.
E a semana de vocês, como foi?

sexta-feira, 3 de junho de 2011

3 Willows (sisterhood series) - Ann Brashares

"There are moments in your life when the big pieces slide and shift. Sometimes the big changes dong happen gradually but all at once. That's how it was for us. That was the day we discovered that friends can do things for you that your parents can't."





Já falei que a Ann Brashares escreve de forma poética? "3 Willows" é mais uma história que poderia passar desapercebida, mas como foi o Brashares quem escreveu, a história do livro é única. Esse era o único livro da autora que eu ainda não havia lido, agora já estou ansiando por mais um lançamento.

Jo, Ama e Polly são amigas desde pequenas. Uma amizade que até certo ponto não sofreu interferência por nehuma diferença existente entre elas. Só que em algum momento essas pequenas diferenças foram o bastante para que elas perdessem essa grande intimidade. Elas não deixaram de falar umas com as outras, mas já não era como antes.

O livro começa com as férias de verão, mas em vários momentos trás ‘flashs’ do passado. Nessas férias cada uma vai passar o tempo de forma diferente. O livro intercala as três histórias.

{"No matter how far back you cut a willow tree, it will never really die."}

Ama, a nerd, acaba indo para uma viagem onde gostar de aventura é o pré-requisito principal. Agora imaginem uma pessoa que não está acostumada a grandes emoções, mas sim ao estudo intenso em um lugar como esse. Ela vai enfrentar as dificuldades de adaptação e a glória do amor, afinal ela é uma nerd, não tinha tempo para isso. Essa foi minha história preferida. Foi mais leve e desprenteciosa. Tem até um romancezinho fofo!


Jo vai para a praia junto com a mãe. Lá ela vai consegui um emprego de verão e também vai enfrentar as consequências das suas escolhas. Isso é que dá beijar um desconhecido (lindo, vou defender) no ônibus e encontrá-lo no dia seguinte no trabalho. Mas se essa emoção não fosse o bastante ela ainda vai encarar a namorada do verão passado do tal desconhecido. E ahistória de Jo tem ainda mais drama com a separação dos pais e essa foi a parte que eu mais gostei da história.
Polly é a única que não viaja. Ela passará o verão em casa e quando descobre que sua avó foi uma modelo acaba transformando a idéia de ser uma modelo também em uma grande obcessão. E o drama de Polly, além de fazer as maiores loucuras para entrar nessa carreira, também vai acontecer no relacionamento com a mãe. Que eu não vou falar o que é porque é muito mais interessante descobrir com o decorrer da história. Polly é a única das três que ainda permanece tentando manter a amizade entre elas.


Será um verão único, que servirá para Jo, Ama e Polly reverem suas vidas. As prioridades, as decisões, a amizade...
Sim, o livro tem um ‘quê’ de “Irmandade das calças Viajantes” e foi proposital. No título do livro “The Sisterhood growns” a autora faz referência a irmandade que cresceu e pode ser encontrado em outras amizades. No próprio livro as ‘meninas willows’ também conhecem a história da calça viajante. E a Lena, se lembram dela? , Faz uma participação especial. O título do livro diz respeito às árvores(salgueiros) que elas plantaram ainda pequenas e em algumas partes a autora, através de frases, compara o crescimento e desenvolvimento da árvore à amizade das três.
Livro fofo e levinho! Recomendo!!!

{Pensem em um HC lindo! É esse}

quinta-feira, 2 de junho de 2011

Na Minha Wishlist # 4

Na minha wishlist é o meme onde mostrarei para vocês os meus desejados. Os livros que possivelmente estarão na minha basket algum dia.








Eu sei que é perigoso, mas eu não consigo parar de desejá-los! Vamos sofrer juntos?

“O herói Perdido” by Rick Riordan – Eu amei a série do “Percy Jackson e os Olimpianos” e como fã estava ansiosa pela chegada dessa nova série que vai matar um pouco a minha saudade do acampamento meio-sangue e da forma de falar de mitologia grega criada pelo Riordan. Tá, o percy não é mais o narrador, mas pelas resenhas que andei lendo parece que o autor trouxe ótimos personagens. OK!


Ten Things We Did (and Probably Shouldn't Have) by Sarah Mlynowski – O título é super sugestivo e me deixou cheia de curiosidade, já imaginei várias coisas! Haha. Li várias resenha antes de colocá-lo na minha wishlist e todas falavam o quanto esse livro é maravilhoso. Eu quero! OK!


“Guerra dos Tronos - As Crônicas de Gelo e Fogo” by George R.r. Martin – Uma série de livros que já virou até série de TV. Eu gosto de aventuras, mas confesso que épicos me deixam nervosa. Depois que eu vi o tamanho desse então... Tenho um pouco de medo de não me acostumar com a narrativa ou algo assim, mas a minha curiosidade é maior. Eu quero esse livro! Pena que o preço é alto ¬¬


“What Happened to Goodbye” by Sarah Dessen – Ahhh, só a autora já é um convite à leitura. Esse é o mais novo livro da Dessen e é lógico que não posso deixar de ler. O livro conta a história de uma garota que muda tanto que já criou o hábito de que juntamente com a mudança de casa e cidade sua personalidade muda também. Mas, eis que um dia ela chega a um lugar onde ela vai preferir encontrar seu verdadeiro eu. *Tá, talvez eu tenha filosofado um pouco*ok!


ps : Estou aceitando presentes, meu aniversário está chegando! o/ Julho, te amo!