sexta-feira, 31 de agosto de 2012

Livro que virou filme #9

Esse é um caso de adaptação em que eu não li o livro. Sabia que era inspirado em um, mas o best-seller da autora Heidi Murkoff não é o estilo de livro que me chama atenção. Por isso minha opinião é somente com relação ao filme, que está atualmente em cartaz nos cinemas.

Esse filme é mais um daqueles em que você pode acompanhar a história de vários personagens em torno de um tema central. Nesse caso, o tema é ‘os estágios da Gravidez’.

O tema foi tratado com muito humor e um toque ali e aqui de drama, nada muito ‘corte meus pulsos’.

Li umas críticas ao filme, negativas, defendendo que o filme tem muito personagem para pouco assunto, mas no final das contas é um filme para se divertir e com uma mensagem singela. E gente, como eu me diverti! O humor foi muito bem construído. Rir tanto! 
As celebridades do filme!
 Os mundos dos personagens retratados foram bem diversificados. Celebridade, dona-de-casa, Casal Jovem, adoção. Todos dentro dos seus mundos lidando de alguma forma com a chegada de uma criança.
Wendy e Gary se destacaram MUITO. Junto, claro, a assistente Janice Wendy- escritora e apaixonada por crianças – foram algumas das personagens mais hilárias do filme.
Essa cena foi uma das melhores! 

 E o clube dos papais? O garotinho que caia horrores, o herói David e as mil e uma regras? Adorei.
O que foi aquele espirro!?
 Outras partes que rendem boas risadas é a gravidez glamorosa de Skyler e a relação pai/filho entre o Ramsey e Gary.
  Claro que não posso deixar de falar da participação do Brasileiro Rodrigo Santoro, que atua no filme com Jennifer Lopes. Gente, ele fala bastante!haha.  E Atuou muito bem!

O casal que não se destaca no filme é formado por Marco e Rosie. Eles representam o relacionamento entre jovens no filme e a típica gravidez não planejada. Nem dar para sentir falta dos dois.

Ótimo filme gente! Vale muito a pena!

quarta-feira, 29 de agosto de 2012

Second Chance Summer, Morgan Matson

‘Second Chance Summer’ é o segundo livro da autora Morgan Matson. O primeiro foi o tão elogiado ‘Amy andRoger’s Epic Detour’, livro que fez com que eu destacasse a autora aqui no blog entre os autores que eu adorei conhecer. Debut Novel de sucesso significa grandes expectativas nos livros seguintes. Sim, grandes expectativas ao começar ‘Second Chance Summer’! Vamos ver se elas foram atendidas?


A história do livro é sobre uma garota – aka Taylor Edwards – que se sente a filha sem nenhum talento da família e cuja solitária característica é fugir dos problemas.

O verão que está prestes a começar promete ser mais um desses momentos em que Taylor preferiria não enfrentar.  Voltar à casa do lago depois do que aconteceu cinco anos atrás e com o que está acontecendo nesse momento na família Edwards parece ser a primeira vista o pior verão da vida de Taylor, mas pode também acabar se tornando – mesmo em face de todos os problemas – um verão único e a secunda chance que Taylor tanto precisava para de fato enfrentar o passado e sua relação com a família.

Não li a sinopse desse livro. Então, me surpreendeu a quão delicada era a problemática que envolvia a família da Taylor. E dolorida! Muito dolorida! Chorei com o passar das páginas e principalmente no clímax da história. Não é a leitura divertida típica de verão. Mas ainda assim é um livro cheio de esperança e boas mensagens.

Ao lado dessa situação familiar o livro traz também assuntos inacabados do passado. Cinco verões atrás Taylor deixou duas pessoas muito importantes sem muita explicação. A melhor amiga Lucy e o amigo e também quase namorado Henry. Ok, fiquei morrendo de curiosidade para descobrir o que ela tinha feito para eles, o porquê da tamanha frieza com a qual eles tratavam a Taylor, mas quando descobri não achei grande coisa. Talvez para adolescentes de doze anos fosse, mas fique ‘hum, venham para a América latina gente e vocês conhecerão os verdadeiros problemas’ não foi algo que me surpreendeu. Mesmo assim o desenrolar de tudo foi bom e o romance também... Com direito aos suspiros dos romances cálidos e joviais. haha

Gostei também dos diversos personagens que o livro tem. Mesmos os que eram rapidamente citados ganharam um lugar importante do livro. A família da Taylor (o dog fofinho que logo apareceu também) foi uma das melhores partes! Foi legal acompanhar como a relação deles foi se intensificando e os deixando mais unidos.

O livro tem alguns clichês básicos do mundo YA, mas que são facilmente relevados diante da carga emocional que a história da família de Taylor traz. Foi um livro que com certeza respondeu as minhas expectativas, uma leitura viciante! E eu estava precisando muito de algo assim porque estava em uma ressaca literário imensa! 



Editora:  Simon & Schuster
ISBN:  9781416990673
Publicação: 1ªed 2012
Páginas: 480
Idioma: Inglês
Onde comprar: Book Depository

segunda-feira, 27 de agosto de 2012

Clube da Insônia, Tico Santa Cruz.

Esse livro chegou por aqui inesperadamente e da mesma forma – inesperadamente – me prendeu do início ao fim.
O autor – Tico Santa Cruz – Já é conhecido por todos nós como o líder da banda Detonautas Roque Club. Esse não é o primeiro livro de sua autoria, mas foi o primeiro que li. O mais perto que cheguei desse lado literário do Tico foi lendo alguns posts de um blog dele há alguns anos atrás.

Pelo que o Tico aparenta – seja nas letras das músicas, seja nos show ou nas entrevistas – ele é do tipo intenso e bastante sincero. E foi o que eu encontrei em cada página de ‘Clube da Insônia’. Além desse sentimento ‘autobiográfico’ existe no livro também uma crítica social intensa ao nosso Brasil.

O livro tem uma variedade de estilos de escrita. Através de crônicas, poesias e mesmo imagens o autor vai nos mostrando o que pensa e nos fazendo pensar também. Os pensamentos aleatórios e não lineares acabam possibilitando ao leitor lê-lo em uma ordem não determinada. Eu optei por ler o livro através de doses diárias e gostei da experiência.

E falando em experiência, esta não poderia se completa sem a edição da ‘Belas Letras’. Eu já elogiei outros livros da editora por aqui, mas vale a pena ressaltar essa característica novamente. Sim, características. Tenho outros livros deles por aqui e é corrente a minuciosidade do trabalho com cada um dos livros. ‘Clube da Insônia’ é repleto de imagens e detalhes únicos, sem dúvida a leitura fica completa com essa edição.

Fiquei encantada, sem dúvida fica indicado para quem gosta de livros assim: com um pouco de tudo, escrita de várias maneiras.


Algumas imagens do livro:




Editora: Belas Letras
ISBN:  9788560174935
Publicação: 1ªed 2012
Páginas: 104
Idioma: Português
Onde comprar: Saraiva
*livro recebido para resenha

domingo, 26 de agosto de 2012

Eu e os livro essa semana #75

“Meme semanal sobre as minhas leituras. O que eu li, reli, estou lendo e pretendo ler. Além dos livros que recebi durante a semana”.
Nessas duas últimas semanas chegaram livros bem variados e uma coisa inédita aconteceu: Eu fui à livraria. Haha Sério gente, eu compro a maioria dos meus livros, por motivos óbvios, na internet então quando eu vou numa das escassas livrarias daqui é praticamente um milagre. Vamos aos livros:
 * 10th Anniversary: é o décimo livro da série do Patterson. Estou quase completando a coleção. E em breve lerei todos. Ah, como amo essa série!

* House of Dance: Eu nunca li nada dessa autora. Esse foi um dos que me chamaram atenção. Parece ser emocionante. E tem dança! Até onde posso lembrar não li nenhum livro com essa temática.

* The Solitude of Prime Numbers: Esse está na minha lista de desejados Há MUITO TEMPO. Só li boas resenhas, o que sempre me deixou curiosa. E o autor é italiano!!

* Poemas Escolhidos, Emily Dickinson: Eu fui à livraria na verdade para comprar algum livro do Llosa, mas infelizmente não encontrei e quando minha amiga me mostrou esse pocket tive que comprar. Eu já li várias coletâneas de poemas da Dickinson, mas na tinha nenhum exemplar meu. Essa edição é bilíngue.

*O começo do Adeus: Esse livro ‘grita’ autoajuda, pelo menos a meu ver. Não me chamou muita atenção, mas a edição é simples e bem bonita.

*O Reino: É continuação de ‘O Espião’, logo vai rolar resenha dele por aqui. Eu adoro esse padrão das capas.

*Cuco: Fiquei com medo da sinopse. Já me deu agonia, imaginem a leitura?

*Charlotte Street: é o título que mais me chamou atenção. Adoro romances!


Espero que a semana de vocês tenha sido ótima! =)

quinta-feira, 23 de agosto de 2012

Livro que virou filme #8

 Enfim assisti a adaptação de ‘Qual é o seu número?’. Queria fazê-lo há bastante tempo já que gostei muito do livro. Mas, sei lá, simplesmente o filme acabou se perdendo no meio de tanto dorama. Haha

Eu já fico menos nervosa ao assistir uma adaptação, sempre uso o mantra ‘Eles vão mudar o livro, fique calma mesmo assim’ intercalado de respirações coordenadas para não me estressar. E está funcionando!

Mesmo com as várias mudanças – eu gostei da adaptação. Manteve a ideia geral do livro e o mesmo ritmo engraçado. Tem seu mérito.
 Talvez a maior mudança foi o fato de não rolar a road trip do livro. No filme optaram por focar bastante na relação do Colin com a Ally (no livro Delilah) e a busca dela constante pelos ex acabou ficando em segundo plano. E, é uma pena, afinal as partes dela encontrando cada um deles são sem dúvida algumas as partes mais engraçadas.

Entre os pontos positivos eu destacaria os atores principais que foram ótimos. A Anna Faris e o Chris Evans foram muito bem ao representarem a Delilah(Ally) e o Colin.

A Faris conseguiu passar toda a personalidade decidida e divertida da Delilah e o Evans o charme do Colin. E que charme! Haha

Uma boa adaptação, dar para se divertir durante algumas horas. Mas, claro, ainda prefiro o livro. Leiam e depois assistam! =)

terça-feira, 21 de agosto de 2012

Raw Blue, Kirsty Eagar


Já falei da minha saga na busca por esse livro. Ok, talvez não tão explicitamente. Mas o post sobre importar livros australianos dar uma ideia disso. Eu não conseguia encontrar esse livro de jeito nenhum. Não rolou em nenhuma das lojas em que eu estou acostumada a comprar. E thanks God, consegui no Fishpond e NOSSA, valeu muito a pena! O livro é maravilhoso.

Escrito de forma quase poética – sempre caracterizo livros assim quando eu tenho vontade de colocar tag em tudo quanto é página e mesmo assim quase nunca é suficiente – o livro conta a história de uma jovem que traumatizada com um acontecimento em sua vida mudou completamente os seus planos de uma universidade e resolveu morar sozinha, longe da família com um emprego simples, mas perto do que sempre amou: O surf.

O que Carly mais deseja é viver essa vida simples e esquecer o que aconteceu. O que não vai ser fácil, principalmente com a chegada de Ryan em sua vida. A convivência com ele vai fazer com que Carly tenha que optar por seguir em frente e deixar o passado para trás, mas sempre vivendo com a possibilidade de que o que aconteceu vai vir à tona e atrapalhar sua relação com os outros. Ou optar por enfrentar seus fantasmas.

Não vou adiantar o trauma da Carly para vocês, mas logo no início a autora já nos apresenta o que aconteceu. O que deixa a leitura mais forte e tudo o que a Carly pensa e faz mais claro.
O Ryan é aquele tipo de personagem maravilhoso, mas real, já que está longe da perfeição. E dentre os vários personagens do livro o que, além dos protagonistas, se destaca é o Danny. Só lendo para saber o quanto ele é querido.

Raw Blue faz parte de uma nova categoria denominada New Adult, onde o leitor pode encontrar personagens mais maduros e, claro, situações que se enquadram nessa na etapa de vida. Por isso, Raw Blue, deixo logo avisado, tem cenas de sexo.

Eu estou adorando essa nova categoria. Adoro personagens na faixa dos vinte. Em Raw Blue, Carly tem dezenove anos, mas Ryan tem vinte seis (amei isso!). Além disso, é maravilhoso sair dos mais do que clichês do mundo YA e cair num mundo em que você pode se identificar com os problemas dos personagens. Estávamos precisando ter nossa faixa etária representada no mundo literário!

domingo, 12 de agosto de 2012

Eu e os livros essa semana #74

“Meme semanal sobre as minhas leituras. O que eu li, reli, estou lendo e pretendo ler. Além dos livros que recebi durante a semana”.

 ‘Size 12 and Ready to rock’ da Meg Cabot: Quarto livro na série da Hearther Wells. Preciso dizer que deixei todos os livros que eu estava lendo e corri pra começar esse? HAHA


‘E Não Sobrou Nenhum’ da Agatha Christie: Esse livro eu peguei emprestado. Só li 3 livros da Christie e queria ler mais um faz um tempo. Quando minha amiga me ofereceu nem pensei na pilha de livros enormes que tenho para ler.

 Essa semana chegou duas cartinhas da editora ‘novo conceito’. Já deixando os leitores na curiosidade para o livro ‘ps: Eu Te amo’. Adorei a criatividade ao enviar para os leitores as cartas que a própria Holly recebe no livro! Fiquei toda ‘AHHHHHHH, preciso ler’.


E por último os e-books que recebi do Netgalley:


Já li esse e é lindo!

Tema forte vindo por ai... medo!

adorei essa capa!

Bom, isso foi tudo! Como foi a de vocês? Contem-me tudo!
Beijos

quinta-feira, 9 de agosto de 2012

The Golden Lily (Bloodlines #2), Richelle Mead


Foi inevitável o surto gente, desculpem! Mas livros da Mead me deixam assim, sem coerência alguma. haha

O segundo livro no spin-off de Vampire Academy (Para sempre MEU AMOR), ‘The Golden Lily’, como já esperado por mim, superou o primeiro e deixou a série ainda mais emocionante.

Como eu falei na resenha de Bloodlines o universo dos Alquimistas cria tantas possibilidades para encaminhar a história que fica difícil até para o leitor adivinhar até onde esses caminhos levarão. Mas o que se pode ter certeza é que com sua mente DIVA a Mead deixará nós, leitores, ligados ao longo de toda essa saga.

SPOILER MODE ON...

Nesse livro muitas coisas estão acontecendo. Vamos lá...

·        O grupão em torno da Jill está levando o seu trabalho de proteção à frente e isso implica também em tentar manter a imagem de família e estudantes do colegial para passarem despercebidos.

·         Uma nova integrante se uniu ao grupo e deixa tudo ainda mais animado! Ela é completamente louca.

·    Dimitri*, Sonya e Adrian estão imersos em estudos (ok, talvez sejam só os dois primeiros. Adrian estudando? Um pouco difícil) sobre Strigoi e Usuários do espírito.

·         Sydney vai ter relacionamento no livro com outro eu. Leia e entenderás.

·         Romance entre Moroi e um Guardião AGAIN. E que lindo vai ser! Estou tão animada. =]

·         Tudo bem que o Adrian não está tão ligado no projeto do Dimitri e da Sonya, mas com certeza ele está se tornando uma pessoa mais responsável. E vai surpreender ainda mais nesse livro gente! PURO AMOR!

FIM DOS SPOILERS.

Esse livro tem tensão em tudo quanto é lado. No mistério no qual a história vai ser desenvolvida e, claro, entre os casais que começam a se formar. Ou a ideia de casais que começam a se forma pelo menos. O.o

O que todos podem esperar sem dúvida é uma leitura viciante e tudo o que gostamos em um livro. Porque a Richelle sabe como escrever um ótimo livro!

Não vejo a hora de ler o próximo e saber como esse emaranhado de situações vai se desenrolar. 2013 CHEGA LOGO AMIGO!

*Vocês não tem noção de como pirei nesse livro. Sonho realizado para quem esperava rever o Dimka. Ele aparece tanto gente (com direito a sorrisinhos e telefonemas românticos) E é tão legal ver a Sydney babar por ele e confirmar o amor que ele desperta logo de cara. Sim, ele tira até a Sydney do foco! MYGODMESEGURA. Haha

Editora: Razorbill
ISBN:  9781595143181
Publicação: 1ªed.2012
Páginas: 417
Idioma: inglês
Onde comprar: Book Depository

terça-feira, 7 de agosto de 2012

A Escolha, Nicholas Sparks


Já li A Escolha sabendo que não ia ser uma leitura fácil. A sinopse adianta que uma personagem entrará em coma e que o outro terá nas mãos uma decisão difícil. Então, já estava preparada. Mas, claro, que o Sparks antes de nos fazer sofre nos presenteou com uma história de amor linda e aconchegante.

O que eu mais gosto dos livros do Sparks é a facilidade com que o leitor consegue se conectar com a história e com os personagens. Claro que isso também aconteceu com ‘A Escolha’. Travis e Gabby são os complementos perfeitos um do outro. Desde o primeiro encontro entre eles você já sabe que a história que eles vão viver – independente do que a vida reservar para eles- será linda e incrível de ser acompanhada.

Abro parênteses para falar de uma personagem incrível no livro: Stephanie, irmã do Travis. Amei essa personagem e adoraria ler um livro só dela, anota ai Sparks.

O livro é maravilhoso gente! Nunca reclamo dos livros desse autor, mesmo quando ele destroça meu coração. O que me lembra de que mais uma vez fui surpreendida nesse livro com um... FINAL FELIZ. Isso mesmo, quando eu pensei que nada mais ia acontecer e que eu sairia dessa relação eu+livro destroçada, eis que a esperança entrou em cena e a história ficou ainda mais perfeita.

Um livro que acima de tudo é real. Problemas que podem acontecer com qualquer pessoa, por mais distante que as vezes possa parecer.

TÁ ROLANDO PROMOÇÃO DESSE LIVRO NO PRÊMIO SEGUIDOR DO MÊS DE AGOSTO... Confere AQUI.

Editora:
 Novo Conceito
ISBN: 9788581630137
Publicação: 1ªed 2012
Páginas: 307
Idioma: Português
Onde comprar:
 Saraiva | submarino
*livro recebido para resenha

domingo, 5 de agosto de 2012

Eu e os livros essa semana #72 #73

“Meme semanal sobre as minhas leituras. O que eu li, reli, estou lendo e pretendo ler. Além dos livros que recebi durante a semana”.
 Mais um ‘eu e os livros’ acumulado por aqui! Recebi muito livro, tanto físico quanto e-book nessas duas últimas semanas.
 De presente de niver da minha amiga Ciane eu ganhei Filho de Netuno’, segundo livro da série ‘Heróis do Olimpo’, estava tão ansiosa por esse livro!
 Eu comprei uns livros pra Universidade na saraiva e aproveitei para comprar uns dois livrinhos. O primeiro foi o ‘Eat. Pray, Love’, enfim posso começar a ler essa história.
 O outro foi o ‘Between the Lines’. Eu tinha muita vontade de ler algo da Jodi Picoult, mas a maioria dos livros estava fora do meu humor literário, esse foi o que mais se identificou. Ele é lindo por dentro, tem ilustrações e letras coloridas. Quando fizer a resenha mostro pra vocês.
 Fiz uma compra no BWB que chegou tão rápido que eu até me assustei. Por lá comprei ‘The Other Side of Summer’ para completar minha coleção Gilmore Girls...
 Continuando no BWB...Eu adorei ler filme e comprei dois nesse estilo. O primeiro é o ‘The Perfect Man’, que é de um filme super sessão da tarde que eu acho fofo.
 E o outro é de um dos meus filmes preferidos EVER: '10 Things I Hate About You’
 E como eu falei pra vocês na resenha de 6ªAlvo, vou continuar a coleção dessa série em inglês e comprei os três livros subsequentes... ‘7th Heaven’.
 ‘The 8th Cofession’. Que eu não consegui achar em HC.
 E ‘The 9th Judgment’.


Recebi três e-books do Netgalley, todos lindos e que estão me chamando muito pra ler:

 ‘Speechless’ é da Hannah Harrigton. GENTE, eu estou tão animada com esse livro. Eu amei ‘Saving June’ e claro que outro livro da autora não poderia ser menos do que aguardado. Já comprei minha cópia em pré-venda.
 Sam Cruz's Infallible Guide to Getting Girls’ parece ser uma graça!

E por fim, ufa, temos ‘Confessions of an Angry Girl’.


Semanas cheias de livros, como foram as de vocês?! =)

sexta-feira, 3 de agosto de 2012

[Lendo em Inglês]: Importando livros Australianos.


O post de hoje é uma espécie de continuação de um post que fiz na coluna ‘Lendo em Inglês’ sobre importação de livros, só que vai ser um pouco mais específico, pois vou falar um pouco da minha experiência com livros Australianos (Aussie).

Eu tenho uma listinha de livros de autores Australianos que eu quero ler, mas que infelizmente são difíceis de achar. Então espero que minha experiência com o Fishpond possa ajudar quem está neste momento com o mesmo dilema que eu tive: Quer Aussie YA, mas não consegue achá-los nos grandes sites como Amazon e Book Depository. Às vezes nem mesmo no próprio Better World Books é possível, acreditem!

Isso se deve ao fato de que esses livros não são muito conhecidos e os YA’s australianos só atualmente estão ganhando espaço. E galera, eles merecem. YA’s de ótima qualidade! Histórias que você não encontra em qualquer lugar.
Conheci esse site depois de conversar com uma blogueira Australiana. Ela me indicou os sites que ela comprava e entre eles o que mais me chamou a atenção foi o Fishpond. Adivinhem por quê?


Free Shipping worldwide!

Exatamente! Bem ao estilo ‘BD’. Antes de continuar vale ressaltar que a loja vende de tudo, não só livros. E que, claro, títulos mundiais também estão presentes por lá. 

Pois bem... Continuando com os pontos positivos (Baseados na minha compra, claro.) eu destacaria, além do frete grátis já mencionado e do fato que você vai encontrar o que procura, a rapidez na entrega (Chegou por aqui quase dentro do prazo estipulado, passou por pouco de duas semanas).

·         Ponto positivo:
·         Frete Grátis
·         Ótimo Acervo de livros Australianos e more.
·         Rapidez na Entrega

Infelizmente tem um ponto negativo, mas eu particularmente não o pesei, afinal de contas consegui o livro que eu tanto queria. Mas vale dizer: Alguns títulos são mais caros do que no Book Depository e até mesmo alguns paperbacks tem preço de Hardcover.

·         Ponto Negativo:
·         Preço de alguns títulos

Com relação ao uso em si do site, não tem grande diferença para os outros sites dos quais eu já falei por aqui (veja post completo AQUI). Você se cadastra normalmente e de maneira fácil e já pode usá-lo. E lembrando mais uma vez, para importa livros desses sites você precisa de um cartão internacional.


Bom, dica dada! Qualquer pergunta pode deixar nos comentários que eu responderei com prazer.

quinta-feira, 2 de agosto de 2012

Tudo o Que Ela Sempre Quis, Barbara Freethy


Ela era a melhor amiga deles, ou assim eles pensavam — até anos mais tarde, quando seus segredos os levam a uma perigosa busca pela verdade sobre quem ela realmente fora... e por que morrera...

Dez anos atrás, em uma festa louca, a linda e estonteante Emily caminhava para sua morte, deixando seus três melhores amigos e suas "irmãs" — Natalie, Laura e Madison — devastados. Nenhum deles esquecera aquela noite — ou o papel que cada um teve na morte de Emily, a culpa que os persegue e a perda que ainda sofrem.

Agora, um escritor desconhecido entra na lista dos livros mais vendidos com um romance similar à história deles. Quem é ele? Como ele sabe os detalhes íntimos de suas vidas? E por que ele está acusando um deles como assassino? Quando eles começam a desvendar a verdade sobre a amiga em comum, irão redescobrir um amor que ela perdeu há muito tempo e descobrir segredos que vão mudar sua vida para sempre...




Esse livro foi uma grata surpresa.  Ótima leitura com doses de tensão (o mistério da morte da Emily) e romances (Vários!).

Gostei muito de como a autora levou toda a trama. O ritmo foi bom e as peças jogadas foram se unindo no tempo certo para um ótimo desfecho. Conseguiu me enganar várias vezes. =)

Vários personagens tem a oportunidade de narrar seu ponto de vista, ou seja, dar para descartas alguns, mas mesmo com assim a autora me deixou desconfiada. Adoro essa sensação gerada.

Cada vez eu gosto mais de mistério. Esse livro é ideal para os que não curtem muito esse gênero, mas querem diversificar um pouco suas leituras.

Eu gostei de todos os personagens. A Natalie e o Cole logo no começo não deixam dúvidas de que vão ser destaque e que farão uma ótima dupla. Mas me surpreendi muito mesmo foi com a Madison e o Dylan. Os dois juntos era sinal de problema. Ambos de temperamentos fortes e sem papas na língua. Não poderia ser diferente. A outra integrante do quarteto fantástico é a Laura, que cresce bastante ao longo da história, de apática a mulher decidida, o que foi mais um ponto positivo. Quem não desceu de jeito nenhum foi o marido da Laura, o Drew (chato!).

Tenho que falar da capa. Ela é muito bonita. Passa a sensação de liberdade e leveza. Casa muito bem com o título, mas acho que o elemento mistério não é muito bem representado. Se fosse seria perfeita.
História indicada para todos, com eu disse, para quem gosta ou não do gênero. De qualquer forma vale a pena! Quero mais livros da Freethy!


Editora:
 Novo Conceito
ISBN: 9788581630205
Publicação: 1ªed 2012
Páginas: 304
Idioma: Português
Onde comprar:
 Saraiva | Submarino
*livro recebido para resenha

quarta-feira, 1 de agosto de 2012

Something Like Normal, Trish Doller.

Essa capa é LINDA demais! *_*


Esse livro é fruto da minha fascinação pelo plot ‘cheguei da guerra traumatizado’. Se a autora trabalhar bem, sem dúvida muita coisa sai desse desenvolvimento.

‘Something Like Normal’ conseguiu atender minhas expectativas em alguns aspectos, mas em outros acabou sendo um pouco diferente do que eu imaginava. – Eu meio que idealizei essa história pensando em outro livro que li com essa temática, o ‘The Things a Brother Knows’. E foi diferente porque ‘Something Like Normal’ foi mais levinho em comparação a ele, além de não ter muita novidade em relação a outros livros com essa temática. E mesmo assim gostei MUITO do livro.

O livro conta a história de Travis, que volta da guerra do Afeganistão traumatizado pelo que presenciou e principalmente pela morte do amigo. A readaptação, o relacionamento com a família e também um novo amor são os pontos da narrativa.

Eu gostei de tudo, mas sem dúvida o romance se sobressai. Foi bem trabalhado e na medida certa. Travis é daquele tipo de personagem que - mesmo com os traumas – sabe o que quer e não é certinho. ISSO MESMO, meio bad boy! Para quem gosta, é um prato cheio! Haha o/

O que você pode esperar sem dúvida é uma leitura ‘virando a página descontroladamente’!

Editora:  Bloomsbury
ISBN:  9781599908441
Publicação: 1ªed 2012
Páginas: 224
Idioma: Inglês
Onde comprar: Book Depository