terça-feira, 21 de agosto de 2012

Raw Blue, Kirsty Eagar


Já falei da minha saga na busca por esse livro. Ok, talvez não tão explicitamente. Mas o post sobre importar livros australianos dar uma ideia disso. Eu não conseguia encontrar esse livro de jeito nenhum. Não rolou em nenhuma das lojas em que eu estou acostumada a comprar. E thanks God, consegui no Fishpond e NOSSA, valeu muito a pena! O livro é maravilhoso.

Escrito de forma quase poética – sempre caracterizo livros assim quando eu tenho vontade de colocar tag em tudo quanto é página e mesmo assim quase nunca é suficiente – o livro conta a história de uma jovem que traumatizada com um acontecimento em sua vida mudou completamente os seus planos de uma universidade e resolveu morar sozinha, longe da família com um emprego simples, mas perto do que sempre amou: O surf.

O que Carly mais deseja é viver essa vida simples e esquecer o que aconteceu. O que não vai ser fácil, principalmente com a chegada de Ryan em sua vida. A convivência com ele vai fazer com que Carly tenha que optar por seguir em frente e deixar o passado para trás, mas sempre vivendo com a possibilidade de que o que aconteceu vai vir à tona e atrapalhar sua relação com os outros. Ou optar por enfrentar seus fantasmas.

Não vou adiantar o trauma da Carly para vocês, mas logo no início a autora já nos apresenta o que aconteceu. O que deixa a leitura mais forte e tudo o que a Carly pensa e faz mais claro.
O Ryan é aquele tipo de personagem maravilhoso, mas real, já que está longe da perfeição. E dentre os vários personagens do livro o que, além dos protagonistas, se destaca é o Danny. Só lendo para saber o quanto ele é querido.

Raw Blue faz parte de uma nova categoria denominada New Adult, onde o leitor pode encontrar personagens mais maduros e, claro, situações que se enquadram nessa na etapa de vida. Por isso, Raw Blue, deixo logo avisado, tem cenas de sexo.

Eu estou adorando essa nova categoria. Adoro personagens na faixa dos vinte. Em Raw Blue, Carly tem dezenove anos, mas Ryan tem vinte seis (amei isso!). Além disso, é maravilhoso sair dos mais do que clichês do mundo YA e cair num mundo em que você pode se identificar com os problemas dos personagens. Estávamos precisando ter nossa faixa etária representada no mundo literário!

7 comentários:

  1. Será que em poucas palavras eu vou conseguir expressar o quanto eu super me empolguei com este livro??

    Que resenha é essa?
    E que babado é esse que aconteceu com Carly e preciso saber, tipo, right now!

    Curiosa. Curiosa ao extremo!
    Quero, quero e quero!

    Se mais!

    Dani

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hauhauhua
      espero que vc leia em breve então =)

      Excluir
  2. Curiosa para ler esse livro. A estória parece ser bem legal!
    Mas que capa essa? Não sei achei linda ou se me deu medo por um instante..
    Beijinhos!


    Camila.
    loucuradelivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas


    1. acho que o lance com a capa é bem por ai mesmo Camila! hahaahah =)

      Excluir
  3. Me interessei pelo livro, a estória parece boa ( do tipo que eu gosto). Nunca li nada sobre algum livro que tenha surf ou algo do tipo. Cenas calientes é? haha A capa é linda, se meu inglês melhorar, vou me arriscar a ler :D

    ResponderExcluir
  4. Depois de ler a resenha... Fiquei curioso para conhecer essa nova categoria... New Adult

    ResponderExcluir

Oie! Que bom que você está aqui! Obrigada pelo comentário e volte sempre! ;) Bjo na testa! haha